quarta-feira, 4 de julho de 2007

Nascido em 04 de Julho


04 de Julho de 1776, treze anos antes do marco inicial da Revolução Francesa (a Queda da Bastilha), no outro lado do Atlântico, um grupo de colonos decide enfrentar a maior potência política, militar e econômica da época – a Inglaterra. Na oportunidade, valores iluministas foram o mote ideológico e idéias de Igualdade e Liberdade ecoaram nas “Treze Colônias”.

Pessoas como Thomas Jefferson, George Washington, além de inúmeros anônimos se desdobraram em esforços nas Guerras de Independência. O fato é que, passados 231 anos, as colônias unidas se transformaram na nação mais poderosa da segunda metade do século XX e início do século XXI.

Os métodos e as conseqüências deste predomínio podem ser contestados (inclusive por este blogueiro, crítico mordaz da política externa dos EUA) mas, dificilmente se pode duvidar que a Independência dos EUA é um marco na História da América e um eventosignificativo na resistência à Colonização exercida pelos europeus, além da introdução de novos valores, entre outros, a República Federativa.

E você leitor, como encara este evento?
PS: Como Rubro-Negro não devo deixar de parabenizar o Sport, a Ilha do Retiro e toda a nação Rubro-Negra pelos 70 anos da Ilha do Retiro.

Um comentário:

Lilian Domingues disse...

Sim, simplesmente transferiu-se as colonias americanas que antes eram da europa, (através do desenvolvimento norte-americano) passou a ser controlado pelos Yankes.



Como não se orgulhar de possuir a maior nação do planeta

viva o 04 de julho, viva o poderio americano, viva as guerras, viva a dominação, viva the life american!!!